pediatria
http://www.paisefilhos.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/369213cab_consultorio_pediatria.jpglink

Mau hálito

Image As causas de mau hálito podem ser muitas, e cada criança terá a ou as suas:

 


·        aumento dos adenóides – é a causa mais frequente. O aumento do volume dos adenóides é quase a regra, nestas idades, sobretudo em meio urbano e nos que frequentam infantários. As secreções adenóideias são um bom local para a proliferação bacteriana, causando a formação de substâncias e pus que têm um cheiro muito desagradável. Este mau hálito é muitas vezes atribuído aos dentes, mas a causa são as secreções dos adenóides, principalmente as que se acumulam durante a noite. Por isso é que é tão importante proceder a uma boa lavagem nasal, à noite, com soro ou um spray de água do mar;


·        sinusite – é raro nesta idade, dado que os seios perinasais ainda não se encontram muito desenvolvidos. Contudo, perto dos cinco anos, já pode ser uma causa;

 


·        amigdalites crónicas – o mecanismo é o mesmo dos adenóides, só que o processo se passa nas amígdalas – se houver infecção, sobretudo por bactérias, piora a situação;

 


·        problemas dentários – a cárie dentária, com a formação de cavidades, ou uma deficiente escovagem dos dentes podem deixar que resíduos alimentares fiquem acumulados entre os dentes ou nos buraquinhos das cáries – o resultado é o apodrecimento desses alimentos que, além de favorecerem infecções, deitam um cheiro fétido - não costuma ser tão precoce quanto os 20 meses de que fala a leitora;

 

·        corpos estranhos no nariz – um dos sintomas de um corpo estranho introduzido no nariz – acto muito comum neste grupo etário, com brinquedos, ervilhas, etc -, pode ter como único sintoma um cheiro fétido que vem de uma só narina (o que só se descobre investigando, dado que o cheiro parece vir do nariz todo);

 


·        boca seca – em algumas crianças a saliva produz-se em quantidades menores, ou então, quando a temperatura exterior é elevada e a criança hidrata a boca pouco, pode acontecer ficar com a boca seca – as bactérias crescem (a saliva é um excelente anti-bacteriano) e libertam gases que têm um cheiro muito desagradável – mais uma razão para ensinar as crianças que devem beber muita água, ao longo do dia;

 

·        má digestão – ou, dito de outra forma, ingestão de alimentos que facilitam a abertura da válvula entre o estômago e o esófago (chamada “cárdia”), o que faz com que os gases produzidos no estômago no processo de digestão subam e se façam sentir - é comum em crianças de pouca idade.

 

De qualquer forma, se o problema for acentuado, o assunto deverá ser debatido com o médico assistente, para tentar descobrir a origem do mau hálito que pode levar a que muitas crianças se sintam inferiorizadas.

 

Mário Cordeiro

 

Filho na Capa 2013

SimpleViewer requires JavaScript and the Flash Player. Get Flash

Editorial.

editorial-283

alt

Amor contra a dor


Confesso que hesitei durante alguns dias. Melhor, tentei ignorar, talvez adiar. Pelo pudor de “explorar” o tema ou,...

Consultório

News image

«Tenho um filho de nove meses e meio, e desde quando ele tinha um mês e meio percebi que a cabecinha estava mais achatada do lado direito devido à posição...

Leia Mais