Precisam de tomar vitaminas?


alt

A melhor forma de uma criança adquirir as vitaminas de que necessita é através da alimentação e esse deve ser sempre o princípio geral a seguir. No entanto, há alturas em que isso não é possível e faz falta dar algum tipo de suplemento, pelo que importa conhecê-las.


Nos primeiros meses os bebés de termo conseguem obter do leite (seja materno, que é o ideal, ou então um leite adaptado) todos os nutrientes de que necessitam. No entanto, há uma exceção, que se chama vitamina D.

Esta vitamina é muito importante para o fortalecimento dos ossos, mas parece ter também muitas outras funções, nomeadamente na prevenção de doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes e alergias. Produz-se na pele quando há exposição solar e, como os bebés não devem ter grande exposição ao sol nos primeiros tempos de vida, é necessário administrá-la como suplemento. Deste modo, todos os bebés devem tomar vitamina D no primeiro ano e, posteriormente, também nos meses de inverno. Não está muito bem estabelecido até que idade o devem fazer, mas estima-se que enquanto houver crescimento essa deve ser uma prática a adotar.


Para os bebés de termo (ou seja, que nascem com o tempo “todo”) esta é mesmo a única vitamina que é necessário dar. No entanto, para os prematuros a realidade já não é bem assim. Uma vez que nascem mais pequenos, com muito menos reservas e com uma imaturidade maior do estômago e dos intestinos, esses bebés precisam de ser suplementados com mais vitaminas. Assim, geralmente fazem também a vitamina D, mas associada a ferro e outras vitaminas, nomeadamente do grupo A, C e E. No entanto, é uma situação transitória e que se justifica apenas nos primeiros meses, pois ao fim de algum tempo deixa de ser necessário.


Muitas vezes os pais questionam também a utilidade de dar vitaminas aos bebés/crianças que comem mal ou que estão doentes.


Na maior parte das vezes isso não se justifica, pois a alimentação diversificada e saudável já lhes dá tudo o que precisam e, mesmo que não comam muito, é difícil que fiquem com alguma carência vitamínica só por esse motivo.  De qualquer forma, a principal mensagem é mesmo a de que as vitaminas se devem adquirir através de bons hábitos alimentares e não há nem pode haver nenhum tipo de suplemento capaz de substituir isso.


Leia também:

Alérgico a algum alimento?

Hidratar é preciso!

Anemias

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais