O Grande Livro dos Medos e das Birras

Sábado, 10 Setembro 2011 | Visto - 7129

alt

O médico pediatra lança o livro «O Grande Livro dos Medos e das Birras».

Todos os dias é a mesma coisa, não quer tomar banho e foge aos berros da casa de banho. Hoje estávamos no supermercado e como não lhe comprei o que queria começou a espernear, aos gritos, a deitar-se no chão…. Uma vergonha! De cada vez que lhe digo que não pode ver televisão, começa aos berros e quer morder-me. A hora da refeição cá em casa é crítica, agora não gosta de nada e chora convulsivamente em frente ao prato. Num momento está muito bem, no outro não sei bem porquê desata aos gritos e a chorar… será preciso descrever mais cenários, ou o panorama, além de assustador, é bem conhecido dos leitores que todos os dias têm de lidar com as birras dos seus filhos? O pediatra best-seller em Portugal Mário Cordeiro garante: não é anormal fazer birras, nem indica qualquer desvio comportamental.

Os pais não precisam de se sentir envergonhados e é normal os pais sentirem-se cansados e esgotados perante as birras. Impotentes sem saberem como atuar. A birra é apenas uma expressão de uma multiplicidade de sentimentos, logo, para a compreender há que perceber a sua relação com esses mesmos sentimentos, designadamente o medo e a frustração, o temperamento individual e as etapas do desenvolvimento da criança. Neste livro prático, Mário Cordeiro aborda o tema dos medos e das birras, nas suas mais diferentes situações: à mesa, no banho, no carro, na escola, nas férias, nas compras…

 

A Minha Sala de Aula é uma Trincheira

Terça, 06 Setembro 2011 | Visto - 7237

 

Lupi, a menina-borboleta

Terça, 04 Setembro 2007 | Visto - 7570

 

Ajude o seu filho a passar do Não ao Sim

Terça, 04 Setembro 2007 | Visto - 7538

 

A família em primeiro lugar

Terça, 04 Setembro 2007 | Visto - 7331

 

Não consigo parar de espirrar

Terça, 04 Setembro 2007 | Visto - 10492

 

Amor de pai

Terça, 31 Julho 2007 | Visto - 7724

 

Crescer para cima

Terça, 31 Julho 2007 | Visto - 7776

 

Editorial.

editorial-315

alt

O prazer de folhear

Era o melhor presente que me podiam dar. Abria-o sempre com delicadeza, quase a medo, sentindo-lhe o cheiro e...

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais