Eduardo Sá

 

Divórcio: “manual de instruções”

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Sábado, 13 Maio 2017 | Visto - 16845

É normal que, quando se trata de repartir guarda e responsabilidades, os pais tenham dificuldade em chegar a acordo. Leia a crónica de Eduardo Sá.


 

Todas as mães têm um nome

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Domingo, 07 Maio 2017 | Visto - 172869

Que ideia é esta de fazer de qualquer mãe um slogan parecido a “todos diferentes, todos iguais”, magoando-a com aquilo que ela tem de mais sagrado?


   

A minha alegre casinha

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Quinta, 06 Abril 2017 | Visto - 20274

A nossa casa tem “a nossa cara”. É por isso que pessoas muito desarrumadas por dentro têm casas que parecem viver num permanente tornado.


   

Sem berrar, sem rezingar e sem resmungar

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Domingo, 19 Março 2017 | Visto - 191825

Educar sem berrar não é bem educar. É querer que os pais não ponham alma em tudo aquilo que dão. Pelo psicólogo Eduardo Sá.


   

O que é que as mães não fazem bem?

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Sexta, 03 Março 2017 | Visto - 53518

A prova de que há boas mães é que elas têm a mania de ser perfeitas. Pelo psicólogo Eduardo Sá.


   

Cabeças no ar, graças a Deus!

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 13 Fevereiro 2017 | Visto - 53083

"‘Tecnicamente’ todas as distrações das crianças são défices de atenção. E isso não é, obrigatoriamente, mau!" Diz Eduardo Sá!

   

Maternalês e a diferença da espécie

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Sexta, 03 Fevereiro 2017 | Visto - 46249

A mãe distingue-se por uma espécie de dialeto de fim de tarde que começa invariavelmente por: “Como é que correu a escola?” 


   

Para que serve um sonho?

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 30 Janeiro 2017 | Visto - 20806

Os sonhos fazem mal às crianças. Quando as crianças sonham acordadas, parecem ficar na lua... pelo psicólogo Eduardo Sá.


   

“A Escola está melhor?”

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Quarta, 16 Novembro 2016 | Visto - 5983

"Ninguém muda o mundo sozinho, mas com o auxílio de tantas pessoas que, na melhor das hipóteses, qualquer transformação é, invariavelmente, co-operação."


   

Página 1 de 13

Editorial.

editorial-317

alt

Um dia a repetir

Acontece todos os anos por esta altura. Sob pretexto de assinalar o Dia Internacional da Criança, recordam-se direitos...

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais