“Acabou-se a brincadeira!”

alt


Comentários deste tipo fazem com que a escola não seja associada a algo positivo. E não é verdade. Brincadeira haverá sempre, além de que vão aprender coisas novas, o que é igualmente divertido.


Muito se escutou no passado mês este tipo de comentários: “Agora acabou-se a brincadeira”, “Quando começar a escola começa vida nova, a boa vida vai acabar”, “Vais ter de comportar de outra maneira na escola dos crescidos”… Comentários que enraízam a ideia de que a escola não se associa a algo positivo. Que seja vista como negativa, em que a criança encara a escola como um castigo.

E não é verdade. Brincadeira haverá sempre, mas para além disso vão aprender coisas novas, o que é igualmente divertido. Evidenciar os imensos aspetos positivos inerentes á escola é um princípio parental essencial. Partilhar as suas experiências também. É saudável que os pais contem as suas experiências, relembrem de como foi o seu primeiro dia de aulas, das professoras que mais gostaram, de algumas traquinices que faziam, dos amigos que ainda hoje mantêm desse tempo, da utilidade do que aprenderam para o seu percurso profissional, e pessoal…

A postura dos pais irá influenciar bastante a forma como os filhos encaram a escola. É crucial que os pais mantenham uma atitude positiva perante esta fase e promovam o sentimento de curiosidade para novas aprendizagens, e que evitem colocar muita pressão. Além disso, é essencial encarar a escola como mais uma atividade a incluir nas rotinas, descrita como um ambiente prazeroso e não como um peso ou unicamente responsabilidade de ter bons resultados.


Leia também:

“Os prémios e os castigos não funcionam”

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais