Governo prepara aumento da licença do pai

alt

A licença obrigatória após o nascimento do filho, para o pai, é agora de três semanas, mas o governo está a preparar o seu aumento para mais uma semana, avança o jornal Negócios. A medida foi anunciada pela secretária de Estado da Igualdade, mas ainda não foi detalhada pelo ministério que tutela esta área, o Ministério do Trabalho e da Segurança Social.

Já no início da semana passada foi sabido que o Governo estaria a preparar medidas de alargamento dos direitos do pai, sabendo-se apenas que serão anunciadas até dia 1 de Maio. Mas, na passada quinta-feira, em Nova Iorque, a secretária de Estado da Igualdade, Catarina Marcelino, afirmou à agência Lusa que em causa está a "proposta do programa de governo de aumentar a licença de parentalidade exclusiva para os pais numa semana".

A licença dos pais aumentou recentemente, com efeitos no início de 2016: em 2015 era apenas de dez dias úteis, mas o pacote de incentivo à natalidade aprovado no final da legislatura pelo CDS e pelo PSD passou esta licença obrigatória de duas para três semanas  (para 15 dias úteis).


Leia também:

Vida nova

Dar vitamina k ao recém-nascido 

O sexo segue dentro de momentos

Comentar

Código de segurança
Actualizar

Editorial.

editorial-315

alt

O prazer de folhear

Era o melhor presente que me podiam dar. Abria-o sempre com delicadeza, quase a medo, sentindo-lhe o cheiro e...

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais